Rotary na União Europeia

Mais de 240 rotarianos e convidados se reuniram no dia 8 de março na sede da União Europeia, em Bruxelas, na Bélgica, para o evento “Rotary na União Europeia”.

A exemplo do tradicional “Dia do Rotary nas Nações Unidas”, Rotarianos, dirigentes da ONU e líderes do mundo dos negócios discutiram como organizações semelhantes ao Rotary podem trabalhar com a UE para atingir as metas de desenvolvimento sustentável da ONU e construir sociedades mais pacíficas e estáveis.

Françoise Tulkens, ex-vice-presidente da Corte Europeia de Direitos Humanos, moderou a reunião, que incluiu apresentações, entre outras, de Karmenu Vella, do Comissariado Europeu para o Meio Ambiente, Assuntos Marítimos e Pesca, do presidente da Federação Belga das Câmaras de Comércio, e de John Hewko, secretário-geral do Rotary.

Karmenu Vella falou da importância de se trabalhar com o setor privado e a sociedade civil para o alcance das metas de desenvolvimento da ONU, enfatizando o relevante papel que o Rotary pode ter neste sentido em nível global.

“O Rotary tem um patrimônio invejável, que é esta rede mundial imensa e totalmente capaz de contribuir ao alcance das metas da ONU. Sem dúvida, o Rotary International ocupa uma posição privilegiada para criar alianças transformacionais entre o setor privado e a sociedade civil”, disse Vella.

John Hewko destacou a atuação do Rotary na crise migratória e no desenvolvimento de economias locais.

“No Rotary, acreditamos que os desafios podem ser vencidos através de parcerias entre a União Europeia, governos, sociedade civil, setor privado e ONGs. O relacionamento entre o Rotary e a União Europeia é uma razão e tanto para estarmos otimistas”, ressaltou Hewko.

Há motivos de sobra para crer que haverá novas oportunidades de colaboração mútua, uma vez que a UE apoia o trabalho do Rotary contra a paralisia infantil.

O evento foi coordenado pela Comissão Europeia e organizado pelos representantes do Rotary na UE. Além disso, contou com o suporte dos governadores de distritos rotários da Bélgica e de Luxemburgo.

Fonte: Notícia publicada no site Rotary.org em 10/03/2017. Editado. 

Anúncios