Projeto Green Legacy Hiroshima

Promover a paz e compreensão entre os povos está na missão do Rotary. Por isso, em junho de 2027, na Conferência Presidencial pela Paz do Rotary em Atlanta, Estados Unidos, anunciou-se uma parceria do Rotary com a iniciativa Green Legacy Hiroshima.

Em um raio de 2 km do epicentro, tudo foi transformado em cinzas. Nada sobreviveu ao impacto e calor da explosão da bomba de Hiroshima. Ou quase nada. Apesar de queimadas, cento e setenta árvores sobreviveram. Localizadas onde fica hoje o Memorial da Paz, elas renasceram, surpreendendo a todos.

O fato de que uma nova vida pudesse brotar de algo tão devastador deu ao povo esperança e coragem. E as árvores viraram um símbolo de resiliência.

Green Legacy Hiroshima

Cinco anos após a explosão, a cidade de Hiroshima pediu a vários países árvores e sementes para o Parque Memorial da Paz e a Universidade de Hiroshima, para trazer de volta o verde à cidade. O projeto Green Legacy Hiroshima, ou Legado Verde de Hiroshima em português, foi idealizado para retribuir o gesto do passado.

Criada em 2011, a GLH envia sementes de árvores sobreviventes da bomba para o plantio em praças públicas, a organizações que queiram se tornar embaixadoras da mensagem de paz e proteção à natureza e da necessidade de se erradicar as armas atômicas e de destruição em massa. Mais de 30 países já plantaram as árvores. O Brasil ainda não.

O projeto em Santa Catarina será o primeiro no país e está sendo conduzido pelo Rotary Distrito 4651, que reúne 1.100 associados em 50 Rotary Clubs situados na região leste do estado, de Itajaí à Araranguá.

O GLH tem o apoio da United Nations Institute for Training and Research (UNITAR), ANT-Hiroshima, Peace Culture Foundation, Jardim Botânico, Universidade e Prefeitura de Hiroshima, entre outros. A Cruz Vermelha Internacional e o Rotary International são os parceiros internacionais do projeto.

Desde a Conferência de Atlanta em 2017, o Rotary Distrito 4651, através da Comissão Distrital da Fundação Rotária e do Governador Distrital, tem mantido tratativas com a Green Legacy Hiroshima e o Rotary E-Club Tokyo-Yoneyama do Distrito 2750, representante do Rotary junto à iniciativa, para trazer sementes à Santa Catarina.

Importação

Após orientação inicial da Superintendência Federal do MAPA-Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento em Santa Catarina, convidamos a Epagri – Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina para ser a parceira científica no projeto. Com isso, a Epagri, através da Estação Experimental de Itajaí, irá importar as sementes e produzir as mudas.

No momento (09/01/2018), os processos de importação já foram abertos no MAPA e contam com o número Cenargen da Embrapa para a realização de quarentena das sementes exigida pelas autoridades, antes da liberação para o plantio.

Com o processo de importação aberto, o pedido das sementes ao Japão foi encaminhado ao Japão pelo Distrito 4651, faltando apenas confirmar as quantidades, sujeitas à disponibilidade. Queremos solicitar 450 sementes ao todo. Havendo a disponibilidade para as 9 espécies de árvores informadas em 2017, contaremos com 50 sementes por espécie. Considerando uma perda de 20% na germinação e desenvolvimento, contaremos com 360 mudas aptas ao plantio após um período médio de 6 meses.

Espécies de árvore

Está prevista a importação das nove espécies aguardadas para colheita em 2018:

  • Kurogane holly – Ilex rotunda
  • Camphor – Cynnamomum camphor
  • Gingko (Hosembo Temple) – Gingko biloba
  • Gingko (Tsuhurane Shrine) – Gingko biloba
  • Jujube – Ziziphus jujuba
  • Persimmon – Diospyrus kaki
  • Muku tree – Aphananthe aspera
  • Japanese hackberry – Celtis sinensis var. japonica
  • Camellia – Camellia japonica

Plantio

Sendo o Distrito 4651 subdividido em 13 áreas de atuação, definiremos 13 jardins ou parques públicos, e cada um receberá 27 mudas, 3 de cada espécie. Criaremos desse modo, com a parceria das prefeituras municipais ou do estado, 13 Parques da Paz Rotary-Hiroshima (nome sujeito a alteração).

Divulgação

Após os primeiros plantios, além da divulgação na mídia local, o projeto será divulgado na Revista Brasil Rotary, de veiculação nacional, o que deverá gerar pedidos de outros estados. Alguns pedidos serão atendidos sujeitos à disponibilidade de mudas.

As sementes de Hiroshima produzirão mensagens de paz que ficarão plantadas para sempre, símbolo de novas esperanças nascendo de velhas raízes.

Participantes do projeto

http://glh.unitar.org/

http://www.agricultura.gov.br/assuntos/importacao-e-exportacao/sementes-importacao-e-exportacao-insumos-agricolas-sementes-mudas

http://www.epagri.sc.gov.br/

http://www.epagri.sc.gov.br/?page_id=20107

https://www.embrapa.br/recursos-geneticos-e-biotecnologia/apresentacao

Anúncios